-->

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Rome: Total War



O Império Romano foi indiscutivelmente um dos mais impressionantes da história da humanidade, tanto em termos de conquistas quanto pela sua duração. Não é coincidência que os criadores de "Shogun" e "Medieval: Total War" optaram explorar esse tema. "Rome: Total War" se apóia em muitos dos elementos dos antecessores, com novas fórmulas e muitos confrontos históricos capazes de entusiasmar qualquer entusiasta do gênero.

Tudo em família

Jogadores devem controlar uma de três famílias durante a expansão do império, começando cerca de 300 anos antes de Cristo. No início da jornada, a meta é expandir fronteiras sob comando do senado e se defender dos bárbaros. Eventualmente, as famílias começam a lutar entre si pelo poder, resultando na segunda parte da ação.

Como nos outros games, a fórmula de "Rome" se divide em duas fases. Além dos combates militares estratégicos em tempo real, os pretendentes a imperador devem gerenciar suas tropas, cuidar da diplomacia, construir cidades e criar uma família forte e influente. No tradicional sistema patriarcal da cultura, família é um dos elementos importantes do game: o jogador é avisado de casamentos e deve usar novos membros da prole como generais e governadores, dependendo de suas habilidades.

Exatamente por causa disso, a proteção dos familiares é vital. Eles podem significar a diferença entre vitória e derrota simplesmente pelos bônus que oferecem durante um confronto ou a estabilidade que conferem às cidades, mas suas mortes também significam o fim de uma linhagem. Esse equilíbrio é um dos elementos mais interessantes de "Rome", especialmente no modo multiplayer, que costuma ser mais agressivo.

O mundo em suas mãos

O novo mapa geral não está apenas mais realista, mas agora trata o movimento de tropas de forma analógica. O game oferece estradas que aceleram o movimento, e é possível passar por uma mesma província ao lado de outra tropa sem confrontos. Todo o sistema parece mais orgânico, e abre muitas novas possibilidades.

Como antes, sítios são armas importantes na conquista de novas cidades. A possibilidade de conquista sem um ataque direto será utilizada com freqüência pelo bom planejador. Da mesma forma, soluções burocráticas e diplomáticas serão necessárias para garantir a supremacia da família e do império. Ao contrário dos games anteriores, o senado serve como uma espécie de "chefe" das três famílias, pedindo que certas missões sejam completadas. O sucesso não apenas resulta em mais recursos para expansão, mas maior influência (que depois será usada para tomar o poder).

Nem por isso o sistema de combate é menos denso. Escolhas de manobras militares, formações, caminhos utilizados e o tipo de unidade podem ser fatores decisivos a qualquer momento. E como não é possível simplesmente ficar criando novas unidades como em "Command & Conquer", todas as ações devem ser bem planejadas. Quem não gosta muito dessa complexidade toda, porém, tem a opção de deixar o computador sujar as mãos com os combates.

Outra novidade são as batalhas navais, que não são simuladas diretamente como os confrontos em terra firme. A opção pode parecer simplória, mas de certa forma não deixa de ser realista - elas não recebiam o mesmo tratamento estratégico.

À César o que é de César

Uma vez vencida a longa campanha, jogadores ganham a opção de controlar inimigos como os gauleses, bretões e cartaginenses. Ao contrário das três famílias, eles oferecem novas unidades. Completando o pacote estão alguns combates históricos para você reviver no conforto do lar. Apesar da maior dificuldade e número de opções, o game é acompanhado de um excelente tutorial, que pode continuar dando dicas na forma de conselheiros durante a partida.

É a complexidade, variedade e realismo de "Rome: Total War" que cativam os fãs do gênero. Esse definitivamente não é um produto para jogadores casuais, mas um dos mais brilhantes títulos em seu nicho. Uma versão mais incrementada e elaborada de uma das séries de maior renome do gênero, a união entre assunto e fórmula de "Rome" é nada menos do que perfeita.



  • Processador: Pentium III 1 GHz
  • Memória RAM: 256 MB
  • HD: 2.9 GB
  • Placa de Vídeo: 64 MB

    [INSTALAÇÃO]
    1.Extraia o RAR
    2.Grave ou monte a imagem
    3.Instale normalmente
    4.Use o crack disponivel dentro das imgs
    5.Divirta-se ;D



    Servidor - MegaUpload
    Parte 1
    Parte 2
    Parte 3
    Tradução
  • 1 comentários:

    Daniel on 5 de novembro de 2009 18:34 disse...

    HUHUH zikinha de mais

    Postar um comentário

    pagina anterior proxima pagina

    Marcadores

    Placas de Video

    Listões

    Lançamentos

    PC

    PS3

    PS2

    PS1

    X-BOX 360

    XBOX

    Emuladores

    Jogos Antigos

    Nintendo Wii

    Nintendo DS

    PSP

    Celular

    iPOD

    Game Cube

    Game Boy

    Jogos Variados

    Tutoriais

    Jogos Online

    Previews

    Videos

    Filmes

    Dicas

    Programas

    Wallpapers

    Games / Mês

    minha rede

    Games no seu Email!

    Digite seu e-mail:

    Você no site!

    Promoção

    Translate:

    Status

    PageRank
    online counter
    Download Grátis
    Download de Filmes
    Jogos para Celular
    Just Trilhas Sonoras - Download de Trilhas Sonoras de Filmes, Seriados, Novelas, Minisséries e muito mais! Game Blogs - BlogCatalog Blog Directory DigNow.org 'GoLedy.com' BlogBlogs Blog directory Central Blogs Blog Directory Entertainment blogs
     

    Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com